Wiki Carpathians

Dia de São Nicolau na Ucrânia: nós acreditamos nos contos de fadas

São Nicolau - festa na Ucrânia
Festa de São Nicolau, na Ucrânia é particularmente desejável para as crianças. Tradicionalmente, na noite de 18 a 19 de Dezembro, São Nicolau traz presentes para as crianças e os esconde debaixo de almofada. Entre as crianças na Ucrânia ocidental, estabeleceu a tradição de escrever uma carta na qual a criança indica que o bem e o mal fazia durante o ano e pede as presentes. Essas cartas são geralmente dirigidas ao "Escritório de São Nicolau." Graças a entusiastas locais, há algum tempo na cidade de Lviv funcionava este escritório virtual. Os pais mantém no segredo o seu relacionamento com as prendas colocados debaixo de almofada, para que as crianças acreditarem no milagre, que faz São Nicolau.

Economia da Ucrânia

Economia da Ucrânia
A Ucrânia possui um grande potencial económico, industrial e agrário. Mas neste momento a sua economia passa por um período de transição complexo, tendo herdado da época soviética uma economia deformada e pouco eficaz, uma base técnica obsoleta, uma indústria voltada para a "produção militar". Muitas empresas necessitam de radical reconstrução ou de mudança de perfil. No momento da proclamação da independência, mais de 80% da indústria não tinha um ciclo de produção completo.

Londres viu a "Yulia". VIDEO

Yulia Tymoshenko, Londres
Nesta segunda-feira, em Londres, num dos melhores hotéis da cidade May Fair, a Companhia "Coppola Productions" apresentou um filme-documentário "Yulia".

O filme é sobre o percurso de vida do primeiro-ministro ucraniano Yulia Tymoshenko.

A Rus (Principado) de Kiev

História da Ucrânia, Rus de Kiev, Principado
Há mais de mil anos na vasta região que se estende dos Montes Cárpatos e oeste até o rio Volga a leste, do Mar Negro ao sul até o Mar Branco ao norte, surgiu um dos maiores e mais fortes podérios medievais, o Rus (Principado) de Kiev. Durante séculos ela permaneceu como o baluarte da Europa, contra cujas muralhas se desmantelaram e desintegraram verdadeiras avalanches de multidões de nômades vindos do leste.

Criméia pertence a Ucrânia segundo o direito

Península de Crimeia, Rússia-Ucrânia, política
Assinatura em Russo em fundo de Crimeia "Chegou a hora de voltar"
Em Sevastopol distribuem os passaportes de Rússia e Simferopol tem só um Ginásio ucraniano. Políticos russos prometem voltar Crimeia a Rússia. A questão da legalidade da transferência da Crimeia, em 1954, ainda é relevante, embora aparentemente não contém qualquer ambiguidade.

Em Kiev foram apresentados os símbolos do Euro-2012. Video

Euro 2012 na Ucrânia
Esta segunda-feira em Kiev ocorreu a apresentação do logótipo oficial e slogan do UEFA EURO 2012™.

"Fazer História Juntos" - foi proclamado pelo Presidente da Federação Polaca de Futebol, Grzegorz Lato, o seu homólogo da Federação Ucraniana, Grigoriy Surkis, e o Presidente da UEFA, Michel Platini. Cerimónia essa que contou com a presença de figuras ilustres, como o Presidente da Ucrânia, Viktor Yushchenko, e a primeira-ministra, Yulia Tymoshenko, para além de representantes das oito cidades anfitriãs - Gdansk, Varsóvia, Poznan, Wroclaw, Lviv, Kharkiv, Donetsk e Kiev – e muitos outros dignitários.

No logótipo uma flor no logótipo representa cada uma das nações organizadoras e uma bola no centro simboliza a emoção e a paixão da competição, enquanto o caule denota o aspecto estrutural da prova, da UEFA e do futebol europeu.



Kiev tornou-se o primeiro lugar entre as quatro cidades de acolhimento para os futuro finais, onde foram mostrados os símbolos do Euro-2012, cujos detalhes foram mantidos em segredo até o último dia.






Gostaste deste artigo? Subscreve o RSS feed.

Observer: Ucrânia olha para o Oriente, a Moscovo

Política, Ucrânia-Rússia
O jornal britânico "Observer" (Observador), irmã de publicação do jornal "Guardian", dedica uma coluna inteira a Ucrânia antes das eleições.

O autor Miriam Elder analisa a situação na Ucrânia a partir de Moscovo, como muitos de seus colegas jornalistas, que pintam um retrato da vida na Ucrânia de capital de estado vizinho.

O jornal escreve: "5 anos atrás, a Revolução Laranja foi glorificado como um novo começo para o país, que começou a olhar para o Ocidente, a União Europeia e a NATO. Mas, enquanto os eleitores estão se preparando para as eleições presidenciais no próximo domingo - a primeira eleição presidencial desde que rejeitaram a antiga liderança que restou da era soviética - o primeiro movimento reformista "de cor" na Europa parece que já não tem força".

"Ambos os candidatos popular - continua a revista - falem claro que a prioridade será a aproximação com a Rússia. Assim, a eleição será o sino funeral, que toque para a revolução ocidental, que degenerou no pântano das lutas políticas, complicado pela crise económica."

O jornal informa os leitores quem é Viktor Yanukovych e Yulia Tymoshenko. Quem teria vencido deles, escreve "Observer", o objectivo de aderir à NATO, onde ainda quer aderir Viktor Yushchenko, quase certamente será abandonado.

"Pensam que o Yanukovych irritou o Moscovo com seu apoio a Ucrânia de aderir à UE. Mas Tymoshenko de repente se tornou a heroína no Kremlin, tornando seu postura anti-russa mais suave, sob o signo do qual ela liderou a campanha em 2004. Embora continuando comprometida com a UE, ela construiu uma aliança pragmática, com Vladimir Putin, primeiro-ministro da Rússia."

Natal na Ucrânia. Vertep e alguns costumes

Como já foi dito antes, Koliadka é um cântico antigo do povo ucraniano. Quem é que canta? - Crianças, jovens e homens mais velhos. Em diferentes regiões começam a cantar em momentos diferentes. No Pokuttia dia 6 de Janeiro, no Slobozhanshchina e Gutsulshchina - no primeiro dia de Natal (7 de Janeiro), depois de Missa acabar. No Podillia vão cantar no segundo dia das festas. Cantam as koliadkas crianças, adultos e jovens.

Vertep é o teatro popular dos fantoches, difundido na Ucrânia na época do Barroco (séc. VXII-VXIII). Na sua origem ele tem uma ligação indiscutível com antigos mistérios europeus ocidentais. É composto de um drama de Natal e de interlúdio satírica.

A primeira parte de vertep chamada "santa" é mais ou menos estável em sua composição. A segunda parte varia dependendo das condições locais. O número dos caracteres bonecos as vezes chega até 40. Olhando para o vertep os espectadores primeiro recordavam a perseguição de Cristo por Hirodes, e em seguida riam muito de Cigano, Russo, Judeu, Homem do campo, Avô, Avó... e mais personagens. O vertep tem a sua origem no séc. XVII. Atingiu o maior desempenho na segunda metade deste século, quando o numero dos participantes no vertep crescia com alunos de Academia de Kiev-Mohyla, que iam no povo para popularizar as apresentações ucranianas em forma de teatro de fantoches. Esta forma foi a mais conveniente, devido à perseguição por parte do governo de Mascou a apoiar o povo amar e nutrir os seus cânticos e espalhar a verdade sobre estes, tais como eventos históricos, como a destruição de Sitch de Zaporizhia , como está explicado no vertep. Atualmente, ele permaneceu na festa de Natal, principalmente nas regiões ocidentais da Ucrânia.

Desde os tempos antigos para o Natal reúne-se a família toda. Se alguém vier visitar, mesmo inesperada, deve ser convidados para a mesa, porque segundo uma tradição, traz consigo a paz e alegria para todo ano.

Quando celebram o Natal as Igrejas diferentes? A Igreja Católica Romana, a maioria das igrejas protestantes, alguns igrejas Ortodoxas - incluindo Constantinopolitana, Antioquia, Alexandria, Chipre, búlgaro, romeno e grego celebram o Natal de Jesus Cristo na noite de 24 a 25 de Dezembro.

A Igreja Grego-Católica Ucraniana, de Jerusalém, Ortodoxas Russa e Sérvio e também todas as igrejas ortodoxas da Ucrânia celebram o Natal na noite de 25 de Dezembro, segundo o antigo calendário juliano, que no século XX e XXI corresponde a noite de Janeiro 6, em 7 de Janeiro de moderna gregoriano.

Costumes. Com o Natal já podia-se comer a comida com gordura. Por ocasiã o da festa abateram os porcos para preparar vários pratos de carne. Como uma regra era visitar uns aos outros, no entanto, evitavam visitar os vizinhos, sobretudo as mulheres. Se uma menina ou mulher entrava primeira na casa, então, certamente trazia uma catástrofe. É por isso, vendo os "hospedes indesejadas" fechavam as portas. Quando um homem ou jovem visitava a casa antes do almoço tentavam de alimentá-lo. Então, a tarde as pessoas adultas reuniram-se em grupos e os jovens começavam de cantar koliadkas. Os grupos de Natal (vertep) foram compostos principalmente dos jovens. Ele seleccionavam o líder. "Cabra" vestida com uma jaqueta de lã de fora, colocaram chifres de palha, cauda e sino no pescoço, nas outras regiões tiveram suas diferenças, em especial, a banda acompanhou o "cigano", "doutor", "judeu", "morte com oblíqua" etc. Entrando no quintal o grupo pediu autorização a dono de casa, e quando aquele autorizava começavam o programa, com cânticos, natalinhas e piadas. Nos textos poéticos foram descritos senhor, senhora e seus filhos, desejaram-os felicidade, saúde e riqueza. Se na casa era uma menina, ela oferecia aos participantes do vertep maças e nozes. Pensava-se que quanto mais pessoas visitam a casa neste tempo, mais generoso será o ano próximo.

Tradições de Natal na Ucrânia

Algum tempo atrás, antes do cristianismo, na Ucrânia no dia do solstício de inverno, as pessoas sabiam que este é um período crucial de natureza. Neste tempo acontece uma luta entre o bem e o mal, parecem perto o fim e o início, porque 25 de Dezembro o dia é mais curto e a noite - o mais longa. O homem antigo acreditava, que segundo as lendas, nesta noite o mundo abre-se (mundo dos deuses - o céu, o mundo do homem - terra, mundo subterrâneo de riqueza e antepassados falecidos - subterrâneo). No dia 25 de Dezembro o sol morria mas depois nascia novamente.

Desporto da Ucrânia

Desporto ucraniano
O desporto na Ucrânia está bem desenvolvido e atletas ucranianos concorrem com os astros mundiais. Isso fica evidente nos resultados das Olimpíadas. Há que se levar em conta que as vitorias olímpicas de atletas ucranianos conquistaram acima de 400 troféus, incluindo 180 medalhas de ouro. Nos seus resultados no atletismo durante os últimos 40 anos a Ucrânia inclui-se entre os 20 países líderes olímpicos. Não se pode deixar de mencionar atletas que conquistaram vitorias em diversos Jogos Olímpicos.

Laryssa Latynina tem a mais longa série de recordes nos anais das Olimpíadas: 18 medalhas, incluindo 9 de ouro, 5 de prata e 4 de bronze. Valery Borzov obteve 2 medalhas de ouro, 1 de bronze e 2 de bronze. Serhiy Bubka, 46 anos, oito vezes campeão mundial em salto com vara, campeão olímpico, autor de 35 recordes, venceu repetidamente prémios em competições mundiais e foi nomeado o Melhor Atleta do Mundo. Hoje ele é o atleta-símbolo da Ucrânia, e seguidamente é denominado como sendo o "Embaixador Plenipotenciário de Desporto" da Ucrânia.

Cossacos

Cossacos, exercito ucranianoLutando contra a opressão social, económica, religiosa e cultural, os ucranianos frequentemente retiravam-se para as distantes estepes, onde eles viviam então designando-se com a palavra "cossaco" ("cozaco"), que significa homem livre e independente. No séc. XVI os Cozacos unificaram-se numa organização militar singular, com seu centro em Zaporizhia - um povoado fortificado na parte baixa do rio Dnipró, após as cachoeiras, onde o leito rochoso do rio tornava a navegação difícil e arriscada. Como o tempo, a organização militar dos Cossacos tornou-se uma espécie de ordem de cavaleiros onde cada um devia observar rígida disciplina, ser absolutamente honesto e dedicado. Sua ideia predominante era a de lutar pela independência das terras pátrias. A constituição da república dos Cossacos teve claros traços caracteristicamente democráticos, haja vista que ali todo o problema de importância vital era resolvido por votação geral e todas as autoridades eram escolhidas pelo voto. Naquela época um tal procedimento era um grande progresso, comparável tão só com a Democracia da Grécia Antiga.

Em 1648 iniciou-se a libertação nacional da Ucrânia, liderada pelo Hètman Cossaco Bohdan Khmelnytsky - o genial líder militar ucraniano. No mesmo ano a exercito da Polónia, um dos mais fortes da Europa de então, foi derrotado pelas forças dos Cossacos em varias batalhas. Os ucranianos mostraram a todos que eles tinham as condições de assegurar o direito à própria liberdade e independência. Mas estando sob ameaça e pressão de três poderes vizinhos, Moscovo, Polónia e o Império Otamano, a Ucrânia teve que procurar aliados. Assim ocorreu que após seis anos de hostilidades aliou-se à Rússia. A Ucrânia manteve grande autonomia (que gradualmente foi sendo reduzida por ordem dos czares moscovitas).

No séc. XVIII tudo foi feito para se destruir o que sobrou do sistema estatal na Ucrânia. O último golpe na autonomia da Ucrânia foi forçado a renunciar e nove anos depois as tropas russas tomaram de assalto e destruíram o quartel-general dos Cossacos, a Sitch de Zaporizhia.

Cidade de Lviv. Lindas fotos

Gostaria de partilhar os resultados da minha própria busca. Por acaso ontem fui no Flickr e viu estas lindas fotos de Lviv (é uma cidade no oeste da Ucrânia). As imagens foram tiradas não só pelos ucranianos mas também pelos estrangeiros que encontram-se aqui muito. A ultima vez que eu estava aqui foi neste verão, nas ferias. Eu pessoalmente gostei. Então se você tiver a possibilidade de ir lá, vá necessariamente. Aqui estão algumas fotos, a fim de inspirá-lo nesta viagem.



Ucrânia Ocidental, Lviv




































Em geral, a cidade tem muitas coisas bonitas para ver. Pessoalmente eu iria lá por um tempo.
Interessante: Lviv é capital cultural da Ucrânia.

Cada um pode visitar Lviv com "Green Ukraine" - uma empresa que organiza viagens de estrangeiros para Ucrânia com suporte de idiomas.

Yaremche

montes Cárpatos, turismo na Ucrânia, ferias, neve
Dados gerais. A uma altitude de 525-560 metros acima do nível do mar, a uma distância de 68 km do centro regional de Ivano-Frankivsk estendeu a pérola verde dos Cárpatos - Yaremche. A cidade é o centro turístico mais famoso no região de Prykarpattya (Cárpatos). Por todos os lados é cercado por montanhas.
Paisagem de Inverno em Yaremche
Através da cidade corre o rio Prut, que se origina na cinquenta quilómetros acima, com intervalos de Chornogora.
Famosa cachoeira de Yaremche
Yaremche é resort climático de montanha baixa na zona de mata. O verão é quente, prevalece o tempo sem nuvens.
Em parque nacional há veados

A temperatura média em Juho chega a 18 ° C. O outono é quente, com névoas. Os Invernos são suaves e com neve, a temperatura média em Janeiro é de -6 ° C. A vegetação ao redor de Yaremche é bastante rico: pinheiros, abetos, amieiros, faias, bétulas e muitas outras árvores. Há muitas bagas e cogumelos.
Mercado de souvenirs
Entertainment. Hoje Yaremche é certamente uma das partes mais bonitas dos Cárpatos. Turismo é industria principal da cidade. O território da cidade e seus arredores estão localizados centros turísticos, sanatórios, clínicas preventivas, casas de repouso, acampamentos para crianças e motéis. 
Um dos muitos hotéis de Yaremche
No inverno, você pode tirar vantagem da localização de Yaremche e escolher o melhor local para a prática de esqui ou trenó: como no elevador de 200 m que está na cidade como nas encostas dos resorts de Bukovel, Yablunitsa, Vorokhta e Dragobrat.
Panorama dos Cárpatos. Bukovel
Se você não tem equipamento, você pode levá-lo para alugar. Yaremche na primavera é mesmas encostas cobertas com a neve e esqui, porque no Dragobrat a neve mantém até o final do Maio (de 50 quilómetros de Yaremche). Não tem seu próprio carro - não há problema. Em Yaremche, a maior parte de resorts irão oferecer-lhe a transferência à montanhas.
Ferroviária
Pode também apanhar o autocarro na rodoviária. Também ao seu seu serviço: caminhadas, passeios a cavalo e de bicicleta, rafting...
Rafting
Verão - tempo maravilhoso para andar nas montanhas e recolher bagas. No Outono os Cárpatos são bons à sua maneira, e para descrever a beleza das montanhas nesta época do ano é inútil - deve ser visto.
Para os fãs de ciclismo há trilhas de montanha
É aqui - em Yaremche - você pode ver e sentir todos os atrativos do turismo verde.  
História. A primeira menção de Yaremche dizem respeito a 1788. Diz-se que mais de duzentos anos atrás, vivia aqui um fugitivo da pressão federal - Yarema Godovanets. Com seu nome associou o nome da cidade. Durante o governo da Polónia, Yaremche era um dos resorts mais famosos e de luxo. Durante o período soviético, a cidade recebeu o status de subordinação regional para o número de visitantes(turistas e excursionistas) - até 1,5 milhões por ano.

Ferias na Ucrânia - Cárpatos, Crimeia...

Ucrânia turismo, lugares para visitar, ferias, Crimeia, Cárpatos
Ferias na Ucrânia é em primeiro lugar o esplendor das montanhas da Crimeia, caloroso e gentil Mar Negro, os picos majestosos dos Montes Cárpatos.

A Ucrânia - é um país original, que é famoso por suas tradições folclóricas, cultura e criatividade, em que existem duas cadeias de montanhas - a Crimeia no sul e montes Cárpatos no oeste.

Crimeia é famosa por sua natureza magnífica e está particularmente associado com as férias de verão no Mar Negro nos resorts magníficos como Yalta, Koktebel, Feodosia, Eupatória.
Os Cárpatos recebem turistas durante todo o ano. No inverno isto é resort de esqui, no verão vêm aqui para relaxar e melhorar a sua saúde pelo ar puro montanhoso e pela agua mineral que cura, isto é temporada de ecoturismo. Turismo nos Cárpatos ligou a infra-estrutura moderna com características únicas de natureza e património cultural e histórico. No território de montanhas corre muitas trilhas diferentes - montanha, água, estrada, bicicleta, a cavalo, caminhadas. A cada ano mais e mais se desenvolve o turismo da juventude e da família - ecoturismo, desportivo, aventura, festival, religioso, temático, de congressos, educacional, individual.

Sistema de educação na Ucrânia

Ucrânia, sistema de educação, bolsas de estudo
A educação na Ucrânia está enraizada em antigas tradições que atingem o período pagão. De fato, porém, a tradição escolar pode ser documentada desde o tempo de baptismo de Rus, quando o alfabeto cirílico foi criado para os povos eslavos pelo grande educador S. Cirilo. Os mosteiros cristãos e as igrejas tornaram-se os primeiros locais de alfabetização, pois cada uma destes comunidades religiosas mantinha uma escola.

A actual Ucrânia independente herdou do regime anterior um sistema educacional bastante desenvolvido, que em muitos aspectos corresponde aos padrões dos países desenvolvidos. A que aí chama-se de educação geral secundária, é gratuita e obrigatória. A educação pós-secundária é acessivel a todos. O sistema educacional inclui acima de 23 000 assim chamados estabelecimentos educacionais pré-escolares onde aprox. 2 000 000 de crianças são instruídas no seu idioma materno, apoiadas no desenvolvimento de seus talentos e estimuladas no seu vigor inquisitivo, sendo assim preparadas para a escola.

O elo básico na rede educacional pública na Ucrânia é a "escola da educação geral", atualmente em numero de 22 mil, com um número de 7 milhões de alunos. Cada escola tem três estagios: primário, básico e senior. Importante tarefa é desempenhada no sistema educacional pelas 2 mil escvolas de treinamento vocacional, que atendem a quase 800 qualificações.

A educação pós-secundária é proporcionada por 750 instituições distinadas para o que é conhecido como 1º e 2º nivel de profissionalização (escolas técnicas e colegios de treinamento para jovens especialistas) e por 160 instituições de ensino superior (universidades, academias, institutos e conservatórios).

A Ucrânia possui em total de 1,5 milhões de estudantes entre os nível técnico e universitários. As instituições de ensino superior acolhem uns 20 000 estudantes estrangeiros, pós-graduandos e graduandos visitantes, dos quais 8 000 com bolsas de estudo do governo da Ucrânia.

Cozinha moderna ucraniana

Ucrânia, pratos típicos, cozinha moderna
Pratos ucranianos
A Ucrânia é desde há muito famosa pela sua rica culinária. Borsch, palianytsia, bolinhos e enchidos, bebidas quentes de frutos e mel são conhecidos em todo o mundo.

A cozinha ucraniana tem centenas de receitas. Alguns pratos têm uma história longa, como o borsch ucraniano. A maioria dos pratos típicos caracteriza-se por um conjunto complexo de componentes (por exemplo, o borsch é feito com 20 ingredientes) e por uma combinação de assar, fritar e panificação dos pratos. Esta técnica oferece um sabor único e suculento aos pratos. Uma variedade de frutas e legumes, carnes, aves, peixe, cogumelos, bagas e frutos, todos os dons da terra são usados na inventiva cozinha ucraniana.

Os produtos à base de carne utilizam principalmente a carne de porco, em seguida, carne de aves. A carne é consumida de muitas maneiras, mas as preferidas é torrada e estufada.

A carne usa-se em grandes quantidades para cozinhar os primeiros pratos. Entre eles o principal é borsch, com mais de 30 variações.



O peixe tem desde há muito tempo um lugar importante na dieta. Os ucranianos gostam de comer peixe cozido em creme azedo, lúcio estufado com cogumelos, carpa estufada com cebola no creme azedo, lúcio-perca assado com cogumelos, carpa recheada com cogumelos e trigo mourisco mingau e outros.

São populares os diferentes vegetais e cereais: milho, abóbora e trigo-sarraceno. Estão sempre presentes no menu ucraniano a variedade dos pratos que utilizam farinha.

Há também uma grande variedade de pratos doces. Para faze-los usa-se muito as ameixas, maçãs, peras, alperces, cerejas, groselha, morango, framboesa, mel, nozes etc.

Pratos ucranianos - Descubra a riqueza da gastronomia ucraniana.P.S. Saiba mais: O que se come no Natal, O que se come na Páscoa, Quaresma, Advento, Feriados na Ucrânia

Gostaste deste artigo? Subscreve o RSS feed.

A população da Ucrânia

Ucrânia, população, dados gerais

Em termos de população, a Ucrânia ocupa 21º lugar no mundo e 5º lugar na Europa. A partir de 1 de Dezembro de 2008 a população da Ucrânia elevou-se a 46 162 800 pessoas, das quais 31 592 542 - população urbana e 14 570 236 - rural.
Língua oficial - ucraniano, que segundo o último censo era cerca de 68% da população reconhece como materna, embora que muitos usam na comunicação diária russo.

O território da Ucrânia moderna habitada desde tempos antigos. Tribos eslavas que viviam aqui participaram na formação de povo antigo a partir do qual nos séc. XIV-XV distinguiram-se ucranianos.

A população máxima na Ucrânia foi em 1993 - 52.225 milhões de pessoas. Nos anos subsequentes, registou uma diminuição constante da população urbana e rural. A diminuição da população observa-se em todas as regiões da Ucrânia, excepto das cidades de Kiev e Sevastopol. A população de Kiev - 2,8 milhões de pessoas.

A composição étnica da população da Ucrânia está suficientemente homogénea - 78% dos habitantes são ucranianos, pouco mais de 17% - russos.

Artistas ucranianos em Nova York

Arte ucraniana, artistas, Nova York
"Salto do comunismo para o capitalismo". Artistas da Ucrânia, China, Rússia e Estados Unidos fazem o salto simbólico sobre o Muro de Berlim. "Através do muro" - assim se chama a exposição, que é executado numa de galerias em Nova York. Curador - Oles Demko.

"Klitschko é também um artista, mas baseia-se no nariz" - assim uma vez falou sobre o Vitali Klitschko o autor desta tela, um dos artistas ucranianos mais avançados Ilya Chichkan. Esta tela decorava o pavilhão ucraniano na Biennale di Venezia, agora está na galeria em Nova York.

O artista de Crimeia Anton Skorubskyy-Kandinsky nesta obra mistura Hollywood com arquétipos ucranianos. "Aquele que não está, não está" - lembra a pintura, talvez apelando para a queda do Muro de Berlim. O artista emigrou para os Estados Unidos em 1998, mas nunca esquece onde ele nasceu.

Alexander Roitburd é conhecido como o artista ucraniano mais caro. Sua obra "Yoga", descreve Vladimir Putin, rolado numa postura de yoga incrível. Mas o seu rosto não expressa qualquer desconforto. O que significa, comenta o curador - "uma boa escola... de yoga."

Conhecedores do arte dissidente soviético não podem não saber o Alex Melamid, mais conhecido como o membro do conjunto Komar-Melamid. As obras de Melamid podem ser encontradas em grandes museus do mundo. Ele emigrou da URSS no final dos anos 70.

Yuri Solomko apresenta o género anunciado por ele no Gogolfest de imposição de rostos humanos ou de órgãos em todos os tipos de mapas - físicos, políticos e até mapas de metro. "Berlim 2008" simboliza a cidade unida, feliz como o sorriso duma criança.
Related Posts with Thumbnails